domingo, 24 de abril de 2011

Torn

Conto nos dedos as pessoas que eu realmente posso chamar de amigos. Amizade, para mim, é algo que transcende todo e qualquer sentimento que podemos ter, até de amor. Ou melhor, é um amor tão potente, tão único, tão sincero, tão nobre. Tão único, que seria maldade compará-lo ao amor 

Amigo não é aquele que te dá presentes caros. Amigo não é aquele que enxuga suas lágrimas. Amigo não é aquele que te dá conselhos. Amigo não é aquele que passa a mão na sua cabeça. Amigo não é aquele que sempre sai com você.

Amigo, para mim, é aquele que sabe que a sua presença pode ser o melhor presente. Amigo é aquele que sabe que chorar é fundamental e que você tem todo o direito de sentir triste em algumas situações. Amigo é aquele que sabe que, às vezes, o silêncio é a melhor forma de dizer alguma coisa. Amigo é aquele que te dá esporro, mas na hora certa. Amigo é aquele que recusa sair com você, mas te oferece uma tarde em casa para vocês passarem algum tempo juntos.

Só existe uma coisa que eu valorizo mais do que a amizade, e é a minha mãe. Quando considero alguém como amigo, considero que é parte de mim. É uma pessoa que, invariavelmente, lembro nas coisas mais singelas. Na gíria que era só nossa (Um dragão nas costas!), nas atitudes que a gente sabe que o outro vai ter. Nos olhares que para os outros precisariam de uma conversa de 1 hora para serem explicados.

É aquele que você fala no MSN mesmo só tendo 1 minuto na LAN House, só para dizer 'oi te adoro to saindo bjs' (quem precisa de vírgulas para entender?).

E quando você perde essa relação? Quando tudo, magicamente, se desmaterializa? Quando os olhares não são mais os mesmos? Quando a vontade de ficar perto se torna repulsa? Quando as conversas se tornam sufocantes?

Às vezes, a causa foi um gesto. Às vezes, a causa foi uma atitude. Às vezes, a causa é a própria incoerência inerente a todos nós. Só que, em alguns assuntos, isso machuca. Isso dói. E aí fica difícil suportar. Não é por falta de sensibilidade da pessoa. Nem excesso de sensibilidade da sua parte. Cada um tem seus motivos mais profundos para fazer o que faz. 

Mas existem momentos, e não são poucos, em que você espera uma determinada atitude de um amigo. Você não precisa pedir para aquele amigo agir daquela maneira, mas você acredita que toda a história que vocês viveram juntos já indicou para ele o caminho a ser seguido. Aí, essa pessoa, simplesmente, vai na contramão. E você fica imóvel, duro, doente, frio. E, porque não, morto? Como se tudo tivesse necrosado.

Quem é você para julgar? Quem é você para dizer 'sim' ou 'não'? 'Pode' ou 'Não pode'?

Apesar de ser uma música com todo um tom romântico, acho que Torn define bem como estou me sentindo.

Rasgado. Jogado no chão. E nenhuma alma viva para me estender a mão.

19 comentários:

FOXX disse...

minha pergunta é: qntas vezes vc foi esse amigo que vc quer q os outros sejam para vc? amizade é um sentimento recíproco, vc só ganha, se vc dá. qntas vezes então vc foi esse amigo que vc deseja q os outros sejam para vc?

Candy disse...

Descordo com o Foxx. Eu SEMPRE sou esse amigo, mas dificilmente encontro reciprocidade.

Amigos são os únicos familiares que escolhemos. As vezes dá vontade de empurrá-los escada abaixo, mas o amor prevalece. E se algum dia precisar de alguma pode me procurar. Estou aqui estendendo minha mão. ;)

Bjs

Diego disse...

Eu acho que tem uma coisa sutil aí. Atente para a sutileza. Porque, veja: geramos expectativas sobre todos. Mas gerar expectativas é sempre um risco. Não existe nenhuma fronteira demarcada, uma placa de não ultrapasse, mas será que você não gerou expectativas demais?

Cuidado para, no lugar do amigo, não enxergar o amigo-que-você-gostaria. São duas pessoas diferentes. E a primeira não pode ser convocada a responder pela segunda.

Não sei se foi o caso. Mas o positivo da reflexão é que, se não ajudar, não atrapalha.

Antonio de Castro disse...

não dá pra esperar de um amigo o que vc acha qe faria por ele.

óbvio que a gente fica chateado e decepcionado, mas a gente tem q parar e pensar que ele não tem que agir necessariamente como eu agiria.

pra ser amigo como vc disse não é preciso fazer nd, não é preciso provar nd. basta amar.

óbvio que algumas amizades acabam cm essa decepção q vc deve estar sentindo. normal, vc é humano e ele tb. erram. mas a gte tem q ter na cabeça que nao tem q ser do jeito q a gte quer.

isso q o foxx falou, discordo. o seu amigo tb nao pode pensar q so vai fazer certas coisas por vc se vc tver feito por ele. é egoísmo. não tem nd a ver cm amizade, na minha opinião.

amigos erram. nós erramos. quão forte é a amizade pra superar esses erros?

Borboletas nos Olhos disse...

Ai ai ai, alerta de esposa ligado. Quando nos falamos? (eu não vou te estender/dar a mão que ela já é sua). Mas você sabe do meu amor e dou meu ouvido, né?

Lobo disse...

E a definição de amigo varia de pessoa pra pessoa. Temos que sempre ter isso em mente antes de esperar algo de alguém.

Expectativas nunca são correspondidas. Por isso é importante evitar criar essas coisas nas nossas cabeças.

um beijo

Daniel Braga disse...

Gato, ainda estou formando minhas opiniões sobre a amizade, digamos que eu estou estudando-a ainda, mas tenho analisado que amizade é mutável, tenso né?
Hoje nosso melhor amigo, amanhã simplesmente mais um na lista do msn, saca? Isso varia com localidade, mentalidade, rumos, e como o Foxx disse, é recíproco. Se ambos não se procurarem, não se esforçarem, não haverá amizade.

->Beijos lindo.

*DB*

Thiago disse...

Amigos verdadeiros que eu tive nessa vida eu conto nos dedos de uma mão. amigo, por mais que a convenção diga o contrário, a gente não escolhe. Eu vejo meus amigos como uma coisa muito rara e valiosa, que eu encontrei assim, ao acaso, porque a vida quis.
E eu já reparei que - até então - o que distingue as amizades dos demais relacionamentos é que a gente não exige nada do outro. A gente simplesmente quer aquela pessoa do lado porque em quase tudo ela nos agrada, e as poucas coisas que desagradam a gente consegue tolerar com a maior boa vontade do mundo.
Abbraccio!

Júlio César Vanelis disse...

É Gui... Agente realmente não pode esperar nada de uma amizade... Não porque é errado, injusto... Mas pq o amigo pode não atender as suas expectativas. Daí, Fica dificiu não mudar a amizade....
Eu sei como é dificiu, e na prática, agente quase nunca consegue não esperar tais atitudes... Por isso te entendo muito, de verdade. Mas agora que isso aconteceu, fica a dica: tenta esperar mais nada em troca da amizade. Amizade é tão pura, que qnd é verdadeira, agente não precisa esperar, a reciprocidade é natural. Se não houver reciprocidade, don't mind... A amizade continua! É só vc não esperar, ou tentar pelo menos!!

Um beijo, Gui... Lembre-se de que o tempo é o melhor amigo nessas horas... Ahh, e aproveitando o clima, vc é um dos amigos mais especiais que eu tenho...

Até o próximo

SG disse...

Ninguém é recíproco por obrigação. Isso seria um paradoxo.

Em suma, relacionar-se com pessoas não é uma coisa simples, e, na maior parte das vezes, demanda esforços de nós mesmos.

Um abração.

Marcos Campos disse...

Veja lá suas expectativas !Quem nunca decepcionou alguem?? De uma forma ou de outra todos cometemos erros !

hellomotta disse...

O nosso maior problema no relacionamento humano é achar que podemos prever as pessoas como prevemos um processo maquinário.
O pior é que as vezes nem é porque a atitude foi melhor ou pior, apenas diferente.

Mas esse finde pra mim também foi bem revelador quanto a certas pessoas. Tô em estado de choque total!
;*

h'[m]

Cara Comum disse...

Como quase todo mundo falou aí em cima, a expectativa é uma merda!!! Ela faz vc querer colocar a atitude das outras pessoas na sua medida.

Mas não é ser pouco amigo querer que o outro deixe de ser ele mesmo pra ser como vc quer que ele seja?

E, como o Foxx disse, amizade tem reciprocidade. Respeito recíproco é difícil, pq exige aceitação do outro como ele é. Vontade de estar junto tem que ser recíproca, senão é prisão. Enfim, por isso a amizade é rara, porque exige muita sincronia de alma.

Magoar-se com os amigos é natural. Mas quando existe essa reciprocidade, essa sincronia de alma, a gente logo digere tudo isso e percebe que o amigo não é o amigo ideal, mas que a gente gosta muito dele assim mesmo...

Abração!!!

..::voy::.. disse...

amigo é amigo. fdp é fdp!!!
some a isso o que bem disse o Foxx...

abraços
voy

Autor disse...

Tem uma frase num filme chamado Romance, que acho muito boa - e, apesar de se referir a relacionamentos, acho que calha muito nas amizades também:

"A pessoa por quem a gente se apaixona é sempre uma invenção."

Sim, como muita gente aí em cima disse, a culpa pode não ser do outro - às vezes, quando rola traição premeditada, filhadaputagem mesmo, é, mas quase nunca é assim - e exclusivamente sua, por jogar expectativa demais em outro, por querer que a pessoa seja como você. E, sorry, isso não acontece.

Quebrar a cara, nos enganarmos com alguém, acontece muito. O que tiramos disso é como nos comportar em situações futuras, a aprender a não sermos tão exigentes, a nos doarmos de forma que não permitamos que o que criamos do outro ultrapasse o que ele realmente é.

E, garanto, isso é difícil pra caralho!

Bjo, querido!
Saudade de ti!

DPNN disse...

Acho que existe uma idealização da amizade, pra ser bem sincero. Amor é muito maior que amizade! E muito mais difícil de se manter, diga-se. Ser amigo é fácil, fácil.

Fred disse...

Só sei que nada sei... hehehe!!! Abraços, querido!

Jovem Urso disse...

Expectativa ferra tudo sim, concordo com todo mundo. Além das sutilezas que é necessário ter com seus amigos, tem alguns momentos críticos em que você espera que seu amigo faça algo e ele faz outra, como vc disse. Isso aconteceu comigo, mas pode ser que ele tenha feito isso por conta de atitudes minhas e etc.

Enfim, como dizem, fazer amigos de verdade é muito difícil, mas é muito fácil você perder uma amizade valorosa.

Bjo e abraços, o/

inconstanteblog disse...

Acho que todo mundo tem uma visão muito romântica de amizade... e a maioria sempre acha que oferece mais do que recebe... e se acha injustiçado.

Relações humanas são tão complicadas... lidar com expectativas (suas e alheias) e uma parte difícil... e quanto mais se espera, maiores as chances de se decepcionar.