domingo, 24 de outubro de 2010

Vida Passada

Gente, vocês já viram eu reclamando de algo aqui no blog? Não, né? Pois é, vai ser a primeira vez na história desse blog que vou fazer um post só de reclamação. Se ninguém tiver paciência pra ler, super vou entender. Até porque eu tenho tanta coisa pra postar, tenho tanta coisa pra dizer, mas eu to com tanta outra coisa que tá entalada na garganta. Está tenso.

Primera coisa é o teclado que está me irritando profundamente. Estou digitando isso no PC de uma amiga, dado meu desespero. O notebook não é meu, é do meu colega de quarto (se fosse meu eu já teria dado um jeito). E ele não tem usado muito o PC, então o teclado virtual pra ele tá de boa, mas sem condições de eu fazer um relatório inteiro num teclado que digita apenas metade das consoantes e apenas "u" e "e" de vogais. ME DIZ O QUE EU CONSIGO ESCREVER COM U E E? Eu respondo: jesus e cu. São as únicas palavras que as pessoas conseguem entender ultimamente.

Além disso, eu vou passar o resto da semana sem dinheiro NENHUM. Assim, eu tinha que estudar pra uma prova - fisiologia, que o livro pesa pra caralho e não é meu - e ia pra uma festa na Lapa também,, na sexta então ia juntar o útil ao agradável porque não levaria peso, nem ouviria minha mãe dizer que me odeia porque eu to indo pra "putaria"(porque será que ela pensa isso?) de novo. Então resolvi ficar em casa - Niteroi - pro desespero da minha mãe. Isso porque ela só tinha me dado fintchy reais pra passar a semana (xerox, quem precisa?)

Daí na quinta ela me liga, dando um esporro homérico - porque ela achou que eu fosse mudar de ideia no meio da semana e voltar pro Rio - e eu brigando - porque infelizmente não consigo ouvir desaforo e ficar calado, nem com a minha mãe - no telefone e soltei a pérola: "Se for pra me ligar amanhã pra me dar esporro não liga porque eu não preciso ouvir isso, beijos". Daí ela, de fato, não me ligou na sexta, só ligou no sábado à noite, mas pra quê, meu povo? Pra perguntar que horas eu cheguei, que 7h não era hora de voltar pra casa, bla bla bla whiskas sachê. Sem contar nas insinuações de que eu to me prostituindo, que tem alguém me bancando nessas saídas, etc.

E quem disse que ela tocou no assunto #medardinheiroprapassarasemana ? NA-DA. Que eu morra de fome, porque né, quem precisa comer?

Detalhe que eu não tenho dinheiro pra voltar pra casa. Acho digno atravessar a ponte rio-niteroi a pé.

Ainda tem as minhas notas que estão cada vez piores porque eu me senti no direito de fazer várias provas sem estudar nada, nem cola eu tinha como usar, porque eu não tinha noção da matéria. Daí eu tenho que estudar pra recuperar essas notas podres que venho tirando.

Porque eu tenho aquela vibe de Murphy total, quando tudo tá bem, tudo tá muito bem. Quando tudo tá mal, tudo tá tudo mal e todas as merdas acontecem juntas. Porque uma por semana não pode, problemas não podem vir em doses homeopáticas.

Acho que deve ser culpa do meu signo, nenhu signo que já é corno por natureza pode ser feliz por muito tempo. Todo castigo pra corno é pouco. Imagina alguém corno ao quadrado, como eu.

Sério, agora vocês devem estar se perguntando sobre o título do post. É porque eu devo, na vida passada, ter jogado merda na cruz, porque né...

PS: Esse post não tem figura porque NENHUMA FIGURA no mundo traduz a mescla de raiva, tristeza e desilusão que eu estou sentindo nesse momento.

PS2: Eu continuo acompanhando o blog de todos vocês pelo meu próprio blog (obrigado "favoritos") só não tenho como comentar. Mas continuo lendo todos. #nãodeixemdemeamarplz

PS3: Pelamor, não peçam pra eu usar o teclado virtual. Só consigo digitar minha senha com ele porque meu dedo dói se eu digitar mais que isso.

16 comentários:

David ®... disse...

devia vender seu corpo e comprar um notebook das Casas Bahia..hahaha..unir util ao agradável.

pergunta: vc atende a domicilio?..rs

Borboletas nos Olhos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Borboletas nos Olhos disse...

Amore, abre uma conta pra gente contribuir na compra de um novo note que ninguém consegue sobreviver sem seus comentários...(essa é a hora que você diz: uau! que amiga fofa e genial essa que eu recém arrumei!!!!). Bjs e bjs

SG disse...

Vixe. "Fintchy" reais pra semana toda é dureza...

Adorei a hipérbole do "atravessar a pé a ponte Rio-Niterói".

Força. Contra Murphy, só isso mesmo.

P.S.: Já te add no MSN. Se tudo deu certo, ou se eu não estiver bloqueado, então posso estar verdinho, nas horas vagas!

Dois Perdidos na Noite disse...

desculpe-me pela insensibilidade, mas eu ri bastante lendo seu relato...kkk

Força aí, e não descarte a prostituição... pode ser um modo de unir o útil ao agradável...

Lobo disse...

Uma palavra pra você Gui: Ban-de-jão.

Se precisar, super te empresto três e cinquenta pra passar a semana ahauahauahauau

Mas sério, qualquer coisa grita. Quédizê... mais alto um pouco que nesse post :p... E relaxa, que o caos aumenta exponencialmente a medida que o ano vai acabando!

Autor disse...

Sou dos que riem da desgraça alheia, desculpa, rs...

Menino, pelo menos há algo de bom nisso tudo: não dá pra piorar, né?
(espero)

Bjo e te cuida!
;-)

railer disse...

o que é isso? que tanto de reclamação... he he tudo bem que escrever é bom pra vc relaxar, mas não adianta só ficar reclamando, né?

bola pra frente!

te aguardo no meu blog e gostei dos comentários em pop-up! abraços!

JC disse...

Ahh Cara, disculpa... Mas eu não pude deixar de rir quando li esse post... Ri mais ainda lendo os comentários dos seus amigos blogayros (Pq não unir o útil ao agradável?? hahaha). Mas cara, isso tudo passa, vc sabe disso... Talvez semana que vem seja uma semana melhor :D (espero que seja mesmo). Ahh, qq coisa, precisando de um help, me fale (mesmo)...

Quanto ao blog, agora eu estou quase convencido a fazer um tbm, só estou esperando passar a prova de fis-qui... rs

Bjs

FOXX disse...

e se eu disser q minha mãe insinuou isso tb da prostituição?
mto bom! hauahauahuahau


bem q eu qria, foi o q eu respondi.
kkkkkkkkkkkkkkkk

Dois Perdidos na Noite disse...

ah, esqueci de comentar da outra vez: com as vogais "U" e "E" você escreve 90% ou mais das palavras em alemão...

Borboletas nos Olhos disse...

Toda serelepe com seu comentário lá, viu? E feliz do seu teclado ter voltado a funcionar (mas se prepara que esses troços são imprevisíveis e gostam de deixar a gente na mão...)

Antonio de Castro disse...

minha mãe sabe q eu não me prostituo pq ela sabe q eu não transo há séculos.


hj ela veio me perguntar se eu tinha desistido tb, como ela.

eu sei, mt fim de carreira.

qt às notas... só tem um jeito né?
vc é da UFF?

BSvox disse...

Eu fico aqui imaginando, ser universitário jovem e lascado já foi dificil em uma cidade sem nada para fazer como Brasilia, agora ai no Rio deve ser mais ainda ... (A Lapa é realmente demais)
Lendo seu post, lembrei da minha época q tinha q sobreviver com 20 reais por semana e xerox era um inferno ... Para economizar, eu acabei aprendendo a ler os livros da biblioteca em espanhol e Deus me fazia ler em Francês ... Surreal.
Calma, no final, dará certo.

Anônimo disse...

Minha mãe tb é cearense. Ela tb pensava que eu me prostituia quando eu comecei a frenquentar as baladas gls... Acho que esse tipo de pensamento pertence à raça...

Anônimo disse...

Minha mãe tb é cearense. Ela tb pensava que eu me prostituia quando eu comecei a frenquentar as baladas gls... Acho que esse tipo de pensamento pertence à raça...